Peeling químico

Um número crescente de peelings surge continuamente, modernizando os já existentes, fazendo associações ou criando novas fórmulas. A descamação terapêutica e controlada provocada por estes procedimentos é uma poderosa arma para tratar várias doenças e transtornos estéticos. Suas principais indicações são o tratamento de manchas, cicatrizes e rugas finas, podendo ser realizados na face e em áreas corporais. O termo peeling se origina do inglês to peel = descamar, pelar, referindo-se à aplicação de agente químico sobre a pele, que pode provocar a destruição controlada não só de parte ou da totalidade da epiderme, como também de parte da derme, levando à esfoliação com remoção de lesões, seguida pela regeneração de novos tecidos.

Os peelings químicos foram inicialmente descritos na medicina egípcia, no papiro de Ebers, em 1550 AC.

Visando obter resultados mais perceptíveis em menor tempo, pode-se utilizar a técnica dos peelings combinados, em que se associam dois tipos de fármacos na mesma sessão. Aproveitam-se os melhores efeitos de cada substância, resultando em ação mais eficiente sem aprofundamento desnecessário.

Trabalhamos de forma individual, caso a caso assim conseguimos resultados excelentes e não colocando em risco a saúde do paciente.

Os peelings podem ser feitos em qualquer idade desde a adolescência nos problemas de acnes, estrias bem como na maior idade para o rejuvenescimento da pele.

Venha conferir esse maravilhoso tratamento.